Compartilhar Imprimir
Tamanho da fonte: A+ A-

20jun
Meu filho repetiu de ano na escola. O que fazer?

Reprovado! Essa palavra impressa no boletim tem um efeito devastador na família. De um lado, os pais pensam no tempo, dinheiro e esforço gastos, além do atraso para a molecada. De outro, a criança ou adolescente perde os colegas e tem dificuldade em seguir adiante.

Depois do choque inicial, fica a dúvida: deixar ou não o filho de castigo? Segundo os especialistas, essa atitude não costuma adiantar muito. Seu filho pode não combinar com o estilo da escola, ter dificuldades de aprendizagem, problemas em casa…

Por tudo isso, não é hora de ser dura demais – seu filho pode até não demonstrar, mas está sentindo tristeza e vergonha. Ajude-o e, juntos, vocês podem tirar boas lições da repetência.

Com a repetência, ele pode aprender que:

  • Deve se empenhar logo no comecinho do ano.
  • Não adianta deixar para estudar só na véspera das provas.
  • Precisa equilibrar o lazer e as obrigações.
  • Tem a chance de assimilar melhor tudo aquilo que teve dificuldade de entender.
  • Está mais bem preparado para encarar um novo desafio!

Como lidar com a bomba:

  • Descubra a causa: estudar pouco, andar com más companhias, não se adaptar à escola e ter dificuldade para acompanhar o ritmo das aulas… Esses problemas apontam caminhos para acertar em 2012;
  • Trabalhe a autoestima: seu filho teve bons resultados em alguma matéria, certo? “Valorize o que é positivo porque isso o estimulará a se esforçar mais”, diz a pedagoga Maria Celina Melchior;
  • Avalie a possibilidade de mudar de escola: “ver os colegas do ano anterior o fará pensar que também poderia estar ali, o que piora a situação”, explica Maria Celina.
  • Crie uma rotina de estudos;
  • Defina entre uma e duas horas por dia para ele fazer a lição, revisar a matéria ou ler um livro;
  • Aproxime-se da escola;
  • Estreite a relação com os professores e conheça seu filho pelo ponto de vista deles;
  • Acompanhe as dificuldades;
  • Revise as tarefas, observe as correções nos livros e pergunte diariamente sobre as dúvidas que ele tem nas matérias.

Fonte: M de Mulher

Deixe seu comentário

Nome

E-mail

Web Site

Comentário